Buscar
  • Ramiro Rosário

Pardais inteligentes: Marchezan apresenta sistema de cercamento eletrônico


"A partir de hoje todos os pardais de Porto Alegre, além de cumprirem seu papel na fiscalização de trânsito, estão captando as placas e mandando informações sobre veículos roubados ou furtados para Secretaria da Segurança Pública, Brigada Militar e Polícia Civil”, anunciou na manhã desta quinta-feira, 23, o prefeito Nelson Marchezan Júnior. A Prefeitura de Porto Alegre, juntamente com a Companhia de Processamento de Dados (Procempa), Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e Secretaria Municipal de Segurança (SMSEG), concluiu o sistema de cercamento eletrônico das vias internas da Capital. O anúncio foi realizado no Centro Integrado de Comando (Ceic), com a participação do secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer.

Com a implementação de funcionalidades nos controladores de velocidade, será possível identificar e rastrear veículos, suas rotas de fuga, contribuindo para o planejamento das ações de segurança com mais assertividade. O sistema começou a ser desenvolvido no ano passado e desde o início de 2018 os pardais vêm recebendo aprimoramentos, com a integração de câmeras com OCR (reconhecimento de placas) instalado nos equipamentos. São 140 faixas monitoradas em 45 locais (115 faixas Perkons + 25 câmeras Dome). Agora, ao todo, Porto Alegre conta com monitoramento em 70 locais, incluindo os pardais e as demais câmeras de videomonitoramento da EPTC.

A partir dessa tecnologia é possível oferecer imagens de melhor qualidade e visualização mais nítida dos números das placas.As câmeras leem a placa do carro e enviam as informações para o sistema, que consulta a base integrada do Estado à procura de irregularidades, como se o veículo é furtado ou roubado, ou se está com o licenciamento vencido. Em caso positivo, emite um sinal de alerta. O monitoramento é acompanhado em tempo real pelo Centro Integrado de Comando da Capital (Ceic) e pelo Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI) da Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS).

O secretário Cezar Schirmer destacou o pioneirismo de Porto Alegre na integração do sistema. “Este modelo que está sendo apresentado aqui precisa ser replicado para todo Estado, tornando o Rio Grande do Sul a primeira Unidade da Federação totalmente cercada eletronicamente. Esta integração com o município é vital para a segurança pública”, disse.

A inteligência aplicada no desenvolvimento do software, via Procempa, e a integração com as câmeras do município e parceiros colaboraram para que este tipo de solução tenha alto potencial de uso e custos baixos para a adoção tecnológica.

O prefeito frisou ainda que a importância maior do sistema é o serviço de inteligência que será proporcionado. “Não podemos gerar a expectativa de que o cercamento eletrônico está completo. Também não estamos dizendo que todo veículo captado será abordado. A estrutura de monitoramento vai gerar inteligência capaz de elaborar um banco de dados com informações de onde os veículos são roubados, tipos de crimes praticados ou rotas de fugas. Porém, alguns veículos serão imediatamente abordados”, concluiu o prefeito.

Próximos passos - 47 câmeras em 25 novos pontos, com foco nas lombadas eletrônicas. Com a integração dessa etapa, as vias internas da cidade contemplarão 100% dos controladores de velocidade. Outra fase, que será ainda iniciada em 2018, contemplará as entradas e saídas de Porto Alegre. Além disso, para 2019, está previsto um incremento no videomonitoramento de veículos com a parceria de estacionamentos da iniciativa privada, além do uso da nova Área Azul para monitorar veículos irregulares.

Estiveram presentes no evento também o vice-prefeito Gustavo Paim, vereadores, secretária municipal de Segurança,Claudia Cristina Santos da Rocha; secretário municipal de Serviços, Urbanos Ramiro Rosário; secretário de Comunicação, Orestes de Andrade Jr.; secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Leandro de Lemos; diretor-presidente da EPTC, Marcelo Soletti; diretor-presidente da Procempa, Paulo Miranda; coordenador do Ceic, cel. Solon Beresford; coordenador operacional do Ceic, cel. Antonio Osmar da Silva; chefe da Polícia Civil, delegado Emerson Wendt; comandante do 9º BPM, tenente-coronel Rodrigo Mohr; promotor de Justiça, Luciano Vaccaro; diretor técnico da Procempa, Alexandre Horn e o gerente do projeto Gabriel Meneghetti.

Fonte: Site da Prefeitura de Porto Alegre

#SegurançaPública #RamiroRosário #PortoAlegre #NelsonMarchezan

110 visualizações
Logo-Ramiro.png

© 2017

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo