Buscar
  • Ramiro Rosário

Câmara Municipal celebra os 150 anos da SOGIPA


Por iniciativa do vereador Moisés Maluco do Bem (PSDB), a SOGIPA foi homenageada pela celebração de seus 150 anos com uma sessão solene na Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Participaram da solenidade o presidente do clube, Ricardo Schwarz, sua diretoria, atletas e sócios.

Sogipano há mais de 30 anos, o secretário de serviços urbanos Ramiro Rosário também prestigiou o evento. “Participei do Projeto Criança e lembro com muito carinho da minha infância no clube. Na SOGIPA, estudei inglês, fiz muitas amizades e passei verões inesquecíveis”, declarou Ramiro. Segundo o secretário, o clube costuma ser lembrado pelos seus méritos nos esportes, mas também possui forte influência na vida comunitária. Ramiro destacou que “a SOGIPA tem papel fundamental na valorização da cultura alemã e, ao longo das últimas décadas, é parte do cotidiano da cidade. O vereador Moisés acertou ao propor esta justa homenagem, assim como todos os sogipanos estão de parabéns por estes 150 anos”.

História A Sogipa foi fundada por um grupo de 25 imigrantes alemães como Deutscher Turnverein (Sociedade Alemã de Ginástica) em 1867. Com a junção das sociedades Deutscher Turnverein e Turnklub, surgiu a Turnerbund. Em 1893, a Turnerbund adquiriu um terreno de 22,88m de largura por 43,50m de profundidade na Rua São Raphael (atual Rua Alberto Bins), onde iniciou a construção de sua sede. Em agosto de 1895, foi colocada a pedra fundamental e, em abril de 1896, estava concluída a primeira fase da obra. Movida pela formação do seu time de futebol, que precisava de um campo para os seus matchs, a Sogipa adquiriu, no dia 7 de janeiro de 1910, a área de terra onde se encontra a atual sede do clube, conhecida como Parque São João. O Frisch-Auf teve vida curta. Suas atividades encerraram-se antes do final daquela década. Em outubro de 1911, em celebração ao centenário da Oktoberfest de Munique e à compra da Sede São João, o clube realizou sua primeira Oktoberfest. Em abril de 1942, em meio a um cenário de cerco contra a germanidade e de medidas nacionalistas exacerbadas, a então Turnerbund, em gesto unânime por meio de assembleia entre associados e diretores, passou a chamar-se Sociedade de Ginástica Porto Alegre. Em agosto de 1944, foi inaugurado o estádio atlético sogipano. Graças ao feito, houve grande desenvolvimento do atletismo, gerando visibilidade ao clube no cenário estadual e nacional nos anos subsequentes. Em sintonia com o momento nacionalista, José Carlos Daudt, então presidente do clube, proclamou: "Mandai vossos filhos e vossos amigos; vindes todos enfim, fortificar os músculos e temperá-los para a defesa de nossa grande pátria: o Brasil".

Entre os bailes de gala que agitavam a sociedade nos chamados "Anos Dourados" nas décadas de 50 e 60, surge o Baile de Debutantes da Sogipa, o qual apresentou 16 moças no ano de 1953. A Sede Social do clube foi construída entre os anos de 1963 e 1971, entre as gestões dos presidentes Gerhard Theisen e Basílides Flesh. A obra veio a beneficiar não apenas os associados, mas toda a cidade, oferecendo um moderno salão de festas que passou a figurar na cena social e cultural de Porto Alegre. Em 1988, a Sogipa teve seus primeiros representantes em Jogos Olímpicos, os esgrimistas Régis Tróis Ávila e Douglas Fonseca, e o saltador Jorge Teixeira, que competiram em Seul, na Coréia do Sul. Em 2003, a Sogipa inaugura sua pista sintética de atletismo, uma das mais modernas do Brasil, nas medidas olímpicas e padrões exigidos pela Confederação Internacional de Atletismo (IAAF). Foi uma das primeiras pistas sintéticas do Rio Grande do Sul. Em 2005, o judoca João Derly, que começara a praticar esportes na Sogipa quando tinha 6 anos, torna-se o primeiro brasileiro campeão mundial de judô. Ele conquistou o inédito título competindo no Cairo, capital do Egito. Dois anos depois de conquistar o título inédito, João Derly torna-se também o primeiro brasileiro bicampeão mundial de judô. Na mesma competição, a Sogipa teve outro campeão: Tiago Camilo. Em 2012 A Sogipa teve sua melhor participação em Olimpíadas, enviando uma delegação com quatro atletas e conquistando duas medalhas: Mayra Aguiar e Felipe Kitadai garantiram bronzes em suas categorias nos tatames de Londres e voltaram ao Brasil consagrados. Em 2013, em uma madrugada de outubro, quando o clube preparava-se para realizar a Oktoberfest, um acidente causa um incêndio que consome parte da Sede Social. Apesar de ter todos os equipamentos necessários para combater o fogo, importantes instalações foram comprometidas. O clube sofreu uma interdição por alguns dias, mobilizando associados, atletas e dirigentes a realizarem um "abraço à Sogipa" solicitando a sua liberação por parte das autoridades. Depois de liberado, o clube retomou às atividades normalmente. A reconstrução da Sede Social levou apenas alguns meses, mostrando a força da instituição. E em 2016, a judoca Mayra Aguiar volta a brilhar: competindo nos Jogos do Rio de Janeiro, ela conquista outro bronze, sua segunda medalha olímpica.

Fonte: Site da Câmara de Vereadores de Porto Alegre

#RamiroRosário #CâmaradeVereadores #SOGIPA

0 visualização
Logo-Ramiro.png

© 2017

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo