South Summit deixa um legado de transformação em Porto Alegre


Porto Alegre viveu três dias históricos no início de maio com a realização da South Summit Brasil às margens do Guaíba, no Cais Mauá. Foi a primeira vez que o evento global de inovação e tecnologia ocorreu fora da Europa. O ambiente efervescente vivido nos dias 4, 5 e 6 de maio conectaram a Capital gaúcha ao futuro sob a luz de uma economia colaborativa e de soluções inovadoras capazes de gerar negócios escaláveis. “Foi o encontro do Tio Patinhas com o Professor Pardal”, observou o vereador Ramiro Rosário, fazendo uma metáfora para explicar a South Summit em uma frase. Ao todo, foram 20 mil participantes de 50 países. Cinco palcos receberam mais de 500 palestrantes, sendo 50 deles internacionais. Estiveram presentes mais de 3 mil startups e 8 mil empresas envolvidas.

“Como herança, o evento deixou um legado de transformação. É um divisor de águas para o empreendedorismo, a tecnologia e a inovação em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul”, disse Ramiro, um dos maiores entusiastas do evento, que nasceu na gestão passada. “Foi o prefeito Marchezan quem enviou o primeiro ofício à direção do South Summit manifestando o desejo de Porto Alegre em receber a edição brasileira”, recorda.

A localização do South Summit, no Cais do Porto, uma área de docas no coração do Centro Histórico, demonstrou a vitalidade da revitalização da cidade nos últimos anos, cujo maior símbolo é a Orla do Guaíba. Depois de duas décadas de idas e vindas, o espaço tem no Cais Embarcadero um aperitivo de como pode ser no futuro. O local foi celebrado em muitas fotos dos participantes do evento no Instagram. “Muito além de uma feira de inovação e empreendedorismo, o South Summit disse o óbvio para Porto Alegre: o Cais Mauá precisa ser revitalizado e entregue ao público. Xô, caranguejos do atraso!”, afirmou Ramiro, que ainda destacou a parceria entre os setores público e privado para realização do evento. O orçamento total foi de R$ 1,5 milhão, bancado por 25 empresas, além do suporte dos governos estadual e municipal.

No encerramento, o governador Ranolfo Vieira Júnior entregou um ofício à fundadora do South Summit, a espanhola María Benjumea, formalizando o interesse do Estado em receber novamente o evento na sua próxima edição, em 2023. A intenção, como manifestado no documento, é de que ele seja realizado entre 23 e 26 de março, na semana do aniversário de Porto Alegre. María Benjumea foi homenageada pela Câmara de Vereadores, recebendo o título de Cidadã de Porto Alegre. A deferência foi proposta pelo prefeito Sebastião Melo e aprovada por Ramiro e os demais vereadores.




COMPETIÇÃO DE STARTUPS

O South Summit sediou a final de uma competição de startups com 1 mil inscrições de 76 países, das quais 50 foram selecionadas – sendo 17 delas gaúchas e 10, porto-alegrenses. A grande campeã foi a startup YoursBank, que desde o ano passado está instalada no Instituto Caldeira, um hub de inovação situado no 4º Distrito. Outras duas startups porto-alegrenses também foram premiadas. A Pix Force venceu na categoria startup mais inovadora e a A-Prix na categoria melhor time. Na categoria startup mais escalável ganhou a espanhola Genially, e na categoria startup mais sustentável venceu a Solubio, de Goiás.

Segundo o empresário Felipe Diesel, CEO da YoursBank, voltada à educação financeira de jovens, vir pra Porto Alegre contribuiu para o prêmio internacional. "Aqui tivemos muitas mentorias e o ambiente de negócios na Capital abriu portas", comentou.

8 visualizações0 comentário