Força-tarefa interdita três e notifica 13 ferros-velhos no 4º Distrito em Porto Alegre

Operação integrada foi solicitada formalmente pelo vereador Ramiro Rosário (PSDB), que preside a Frente Parlamentar do 4º Distrito



A força-tarefa dos órgãos de segurança realizada, na manhã desta quarta-feira, 20, no 4º Distrito de Porto Alegre, vistoriou 21 ferros-velhos, resultando em três interdições e 13 notificações. Entre as irregularidades verificadas, destaque para a ausência de Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI), alvará de funcionamento, licenciamento ambiental e construção irregular. Máquinas para cortar e desencapar fios, serras e fios de cobre foram recolhidas em um ferro-velho. Batizada de Pulso Forte, a operação integrada envolveu policiais militares do 9º e 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Batalhão Ambiental da BM, polícias civis da 4° e 17° Delegacia de Polícia, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Segurança (SMS), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Ao todo, cerca de 100 agentes participaram da ação, divididos em mais de 60 viaturas. “Após minha cobrança formal ao Ministério Público, órgãos de segurança e prefeitura, saúdo a realização desta força-tarefa contra a receptação de materiais metálicos (fios de cobre, tampas, cadeados etc) em Porto Alegre, especialmente no 4º Distrito. Precisamos de lei e ordem para preservamos o patrimônio das pessoas e das empresas na cidade”, comentou o vereador Ramiro Rosário (PSDB), que preside a Frente Parlamentar do 4º Distrito, onde inúmeras vezes foi solicitada a ação integrada para combater a receptação de fios furtados e ampliar a fiscalização em ferros-velhos na região. Imagens de drone auxiliaram no mapeamento da área. Os locais autuados serão alvos de inspeção rotineira da Diretoria-Geral de Fiscalização (DGF). “A ação foi positiva, uma vez que foi realizada em um ponto estratégico. Além de mantermos a segurança, também atuamos para frear os furtos e roubos de materiais em áreas públicas e privadas da cidade. Esta integração entre os órgãos policiais ocorre sistematicamente para combatermos a violência com rapidez e agilidade”, destacou o secretário municipal de Segurança, coronel Mário Ikeda. BALANÇO DO ANO Em 2022, a Guarda Municipal já prendeu 13 pessoas por crimes relacionados ao furto e roubo de cabo, fios ou semáforos. Para auxiliar na redução de crimes e agilizar a atuação dos agentes de segurança, a prefeitura vem reiterando nas redes sociais a importância do recebimento de denúncias anônimas pelos canais 153 e 156. Além do prejuízo financeiro, os furtos de fios em semáforos, paradas de ônibus e na rede de iluminação pública podem causar riscos a quem pratica e ao cidadão que circula pelas ruas. Para reduzir os danos, a prefeitura informou que está intensificando as rondas nos locais de maiores ocorrências e investindo em redes subterrâneas.

Edição: Orestes de Andrade Jr. (reg. prof. 10.241)

8 visualizações0 comentário