Empresas oferecem espaços para órgãos de segurança no 4º Distrito

Instituto Caldeira e ABF Developments anunciaram que podem ceder áreas para Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal instalarem postos na região


Ramiro ao lado de Maiquel Comassetto, do Instituto Caldeira, e Eduardo Fonseca, da ABF Developments. Foto: OAJ

A reunião da Frente Parlamentar do 4º Distrito de Porto Alegre com a cúpula da segurança pública estadual, na noite desta terça-feira, 7, no Nau Live Inspaces, teve resultados práticos: o anúncio de espaços para instalação de postos da Brigada Militar, da Polícia Civil e da Guarda Municipal. As áreas foram disponibilizadas por Maiquel Comassetto, coordenador de operações do Instituto Caldeira, um hub de inovação próximo ao DC Navegantes, e Eduardo Fonseca, CEO da ABF Developments, que investirá R$ 220 milhões no 4D Complex House, na rua Almirante Tamandaré, no bairro Floresta. O Instituto Caldeira ainda liberou o acesso imediato às 23 câmeras do quarteirão da sua sede, no bairro Navegantes, para o monitoramento dos órgãos de segurança. Comassetto também disse que o Instituto Caldeira pode disponibilizar uma área, com a montagem de toda a estrutura necessária, para uma base compartilhada entre Brigada Militar e Polícia Civil. Ramiro sugeriu que poderia ser uma Central de Inteligência focada em inovação. Eduardo Fonseca anunciou a cedência de um espaço no 4D Complex House para Polícia Civil, Brigada Militar ou Guarda Municipal ou a doação de motos ou viaturas, o que for de maior necessidade para o trabalho dos órgãos de segurança. “Agradecemos o empenho do Caldeira e da ABF em contribuir com as ações de segurança no 4º Distrito. É assim, juntos, que vamos construir soluções para os problemas que enfrentamos”, afirmou Ramiro, que preside a Frente Parlamentar do 4D. O encontro reuniu mais de 60 empresários e moradores da região.


Encontro no Nau Live Inspaces reuniu mais de 60 empresários e moradores da região. Foto: OAJ

LOTEAMENTO SANTA TEREZINHA E CENTROS POP A realocação do Loteamento Santa Terezinha, mais conhecida como Vila dos Papeleiros, e dos Centros POP da Avenida França e da Gaspar Martins foi solicitada pelos mais de 60 participantes da reunião. Ramiro informou que a prefeitura já tratou em várias reuniões sobre o assunto e já decidiu transferir os dois Centros Pop para outros locais. “O Executivo está tratando disso e em breve teremos novidades”, revelou. O vereador lembrou que, em relação ao Loteamento Santa Terezinha, já foi conversado e oficializado à prefeitura a sugestão de contratar uma consultoria jurídica para estudar a viabilidade e transferir o loteamento para outro local. Também foi sugerido contratar equipe extra de limpeza para a região próxima à Vila dos Papeleiros. “Sabemos que a solução ali não é fácil, nem simples. Mas é preciso corrigir um erro histórico de 20 anos”, comentou. Enquanto uma solução permanente não chega, o vereador pediu à Brigada Militar e à Polícia Civil o reforço da presença e a intensificação das ações de inteligência para desmantelamento do crime organizado que atua no local. Ramiro ainda cobrou maior fiscalização da prefeitura sobre construções irregulares no local e sugeriu uma intervenção urbana no local com vegetação e paisagismo para evitar que o lixo invada a avenida. “Já estamos conversando com uma empresa adotante para viabilizar essa iniciativa o quando antes”, disse.


Texto: Orestes de Andrade Jr. (reg. prof. 10.241)

13 visualizações0 comentário