50 anos do Conselho Regional de Relações Públicas ganha homenagem da Câmara

Evento foi proposto pelo vereador Ramiro Rosário (PSDB)


Autor da homenagem, Ramiro cumprimenta o presidente do Conrerp, Luiz Fernando Muñoz Alves (Foto: Elson Sempe Pedroso/CMPA)

Os 50 anos do Conselho Regional de Profissionais de Relações Públicas da 4ª Região (Conrerp) foram lembrados nesta segunda-feira, 16, na sessão ordinária da Câmara Municipal de Porto Alegre. A homenagem, realizada no Plenário Otávio Rocha, foi proposta pelo vereador Ramiro Rosário (PSDB) e foi prestigiada por profissionais do setor e lideranças de entidades ligadas ao segmento. “O profissional de relações públicas é ⁠um agente de relacionamento”, disse o vereador.



Evento foi prestigiado por profissionais do setor e lideranças de entidades ligadas ao segmento. (Foto: Elson Sempe Pedroso/CMPA)

Ramiro afirmou que o RP faz a ligação entre os vários elos da comunicação dentro dos setores públicos, das empresas e das instituições. “Apesar de ser uma profissão de bastidores, é fácil notar a presença ou não de um profissional de Relações Públicas, os chamados RPs. Se um evento está acontecendo de maneira natural, sem sobressaltos ou atrapalhações, é porque certamente tem o envolvimento de um RP”, sublinhou. “Fazendo uma analogia com o futebol, o RP é o camisa 5 moderno, com talento para distribuir o jogo aos demais membros da equipe. Sua tarefa é construir a boa imagem de uma empresa, instituição, entidade ou pessoa perante o público interno ou externo. Sua atuação garante a boa divulgação de um trabalho, preservando ao longo do tempo a reputação de seus clientes. Não é pouca coisa!”



Presidente do Conrerp, Luiz Fernando Muñoz Alves. (Foto: Elson Sempe Pedroso/CMPA)

O presidente do Conrerp pela segunda gestão consecutiva, Luiz Fernando Muñoz Alves, agradeceu a homenagem sugerida por Ramiro e aprovada pelos demais e observou que a atuação do Conselho tem ido muito além da obrigação de fiscalizar o exercício legal da profissão. “Atuamos no sentido de conscientizar o mercado sobre a importância da profissão, mostrando as vantagens e qualidades de ter profissionais e departamentos de RP nas instituições, empresas e governos”, explicou.


Ramiro saudou a presença do Jerônimo Carlos Santos Braga, primeiro presidente do Conrerp, e também da Maria Amélia Manequi Cruz, que trabalhou com ele na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e que também presidiu o Conselho. “Ao completar meio século de existência, vimos que o Conrep não ficou e não está parado no tempo. Se modernizou, sempre atendo à evolução do mercado de trabalho”, disse.


O parlamentar destacou que os RPs são os únicos profissionais na área da comunicação que têm o resguardo de um conselho de classe. “Que bom seria se o Conselho pudesse ampliar a sua atuação para um conselho de comunicação, ajudando a regular também as áreas da Publicidade e do Jornalismo. A comunicação em geral sairia fortalecida. A democracia seria fortalecida”, sugerou Ramiro. Muñoz, por sua vez, informou que está trabalhando nessa questão, que já conta com o apoio da ARI (Associação Riograndense de Imprensa).


HISTÓRIA

O Conrerp 4ª Região é uma autarquia federal, que integra o Sistema Conferp (Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas), e que tem por finalidade regular a profissão de Relações Públicas, nos Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Fundado em 19 de maio de 1972, o Conselho tem por dever a fiscalização do exercício da profissão, impedindo o seu exercício irregular, não só daqueles que a praticam sem o devido diploma, mas também daqueles que a exercem sem lisura e ética.


PROFISSÃO DE RP

Relações Públicas é a área da comunicação que trabalha com as funções administrativas, estratégicas, mediadoras e políticas. É uma profissão regulamentada por lei e exige, além da formação superior em Relações Públicas, o devido registro no Conselho profissional da região em que atua. As Relações Públicas criam valor para as organizações e para a sociedade, por meio de uma comunicação simétrica, garantindo voz aos públicos no processo decisório, gerando ativos intangíveis para acionistas, stakeholders e sociedade, reduzindo custos, minimizando riscos e crises, aumentando a rentabilidade e o reconhecimento.


Período de Comunicações em homenagem 50 anos do Conselho Regional de Profissionais de Relações Públicas da 4ª Região. (Foto: Cristina Beck/CMPA)

7 visualizações0 comentário