Buscar
  • Ramiro Rosário

Nova tecnologia vai ampliar produção de água da ETA Belém Novo


Para manter a regularidade do abastecimento nas regiões do Extremo Sul e Lomba do Pinheiro até a construção da nova Estação de Tratamento (ETA) Ponta do Arado, a Prefeitura e o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) lançaram um edital que visa ampliar a produção de água na ETA Belém Novo, que está no seu limite da capacidade. Nesta terça, 6, foi publicado no Diário Oficial da Prefeitura de Porto Alegre (Dopa), a empresa contratada através de licitação, que terá até seis meses, a partir da assinatura do contrato, para incrementar a capacidade. Serão 100 litros por segundo, e após 12 meses, mais 200 litros por segundo, o que resulta em uma ampliação de mais 300 litros por segundo de produção e distribuição naquela região.

O investimento é de R$ 43,3 milhões com recursos próprios e o prazo da contratação é de 48 meses, período que se estenderá durante a construção da ETA definitiva. A tecnologia utilizada será ultrafiltração, inédita na Capital e que já é utilizada em cidades como Brasília e Pelotas. Para o prefeito Nelson Marchezan Júnior, essa inovação será importante para a cidade, principalmente para as áreas que mais tem sofrido com a falta de abastecimento no verão, que é o Extremo Sul e a Lomba do Pinheiro. “Buscamos amenizar os problemas enfrentados pela população desta região da cidade até que sejam totalmente solucionados com a implantação da nova estação de tratamento”, explica o prefeito. “Aos poucos, a prefeitura está recuperando a sua capacidade de investimento. As reformas estruturais feitas nos dois primeiros anos de governo permitem agora a vinda de obras tão importantes para a cidade”, afirma.

O contrato dessa nova tecnologia prevê um sistema 100% automatizado de produção de água filtrada, dentro dos parâmetros do tratamento de água realizado pelo Dmae, destaca o diretor-geral do Dmae, Darcy Nunes dos Santos.

O projeto - Ultrafiltração é um processo de separação por membranas que será utilizado em um sistema de estação móvel instalada ao lado da ETA Belém Novo, aumentando a produção de água do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) Belém Novo de 1.000 litros por segundo para 1.300 litros por segundo.

.

ETA Ponta do Arado - A capacidade da Estação de Tratamento de Água de Belém Novo não é mais suficiente para atender ao acréscimo da demanda prevista. Por isso, diversas alternativas foram estudadas. Em 2012, foi identificado que a expansão populacional da região exigiria aumento de infraestrutura. No ano seguinte, foi definido que era necessário uma nova estação de tratamento com o dobro da capacidade. O projeto de engenharia foi orçado em R$ 2,5 milhões e finalizado em 2014, com audiência pública na Câmara de Vereadores. Somente em agosto de 2017 o projeto foi cadastrado no Ministério das Cidades. Para reduzir as dificuldades, o governo vem executando uma série de obras que atendem às regiões do Extremo Sul e Leste. O contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal de R$ 220 milhões, para a construção da nova ETA Ponta do Arado, foi assinado em junho e está seguindo os trâmites técnicos.

Fonte: Site da Prefeitura de Porto Alegre

Foto: Brayan Martins/ PMPA Texto de: Aline Antunes Coelho

#VereadordePortoAlegre #abastecimento #água #etas #DMAE #PortoAlegre #Prefeitura

12 visualizações
Logo-Ramiro.png

© 2017

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo