Buscar
  • Ramiro Rosário

Frente parlamentar debate descarte de resíduos


O Secretário de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário, participou na manhã desta sexta-feira, 23, de reunião da Frente Parlamentar do Empreendedorismo e Desburocratização da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. O encontro teve como objetivo debater a limpeza urbana proposta pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) no que se refere ao setor de alimentação, como bares, restaurantes e foodtrucks. “É um setor que precisa melhorar e contamos com a ajuda de vocês na busca por soluções, afinal, hoje, a coleta clandestina recolhe duas vezes mais resíduos que a prefeitura, e isto tem que mudar”, afirmou o secretário Ramiro. Na Frente, presidida pelo vereador Felipe Camozzato, empresários do ramo puderam apresentar suas demandas. Para Maria Fernanda Tartoni e Thais Kapp, respectivamente, presidente e diretora executiva da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Estado (Abrasel RS), o principal problema é encontrar alternativas de transporte e descarte final dos resíduos orgânicos e recicláveis que sejam viáveis economicamente para os negócios. É o caso da Carla Kohlrausch e da Renata Azevedo, donas de um estabelecimento na Capital, que apontaram dificuldades em conseguir empresas cadastradas para coletar o lixo produzido, além de espaço para armazenar materiais recicláveis até o dia da coleta seletiva. O questionamento sobre a disposição dos resíduos recicláveis e orgânicos também foi feito pelo Gabriel Drumond, responsável por outro estabelecimento do setor de alimentação. “O que os fiscais mais acham nos contêineres são embalagens totalmente recicláveis”, disse André Roman Marinho, servidor do Serviço de Fiscalização do DMLU. O engenheiro Eduardo Fleck, também do DMLU, lembrou que faz 27 anos que a coleta seletiva existe em Porto Alegre, e que infelizmente ainda se tem que discutir a separação correta do lixo. Em levantamento realizado pelo Departamento foi constatado que Porto Alegre desperdiça R$ 1 milhão a cada 10 dias com resíduos recicláveis que são descartados de forma errada. “Pedimos o apoio da Frente Parlamentar e da Câmara em ações que visem a orientação da população com relação ao descarte correto do lixo e ao Projeto de Lei Antivandalismo, encaminhado ao Legislativo, a fim de aumentar a penalização para quem suja a cidade, restringindo o crédito àqueles que não cumprirem a legislação”, apontou o secretário. Em apenas três meses, o DMLU já realizou cerca de R$ 1,3 milhão em autuações, quase a metade do valor de multas aplicadas desde que o Código Municipal de Limpeza Urbana foi implantado há três anos. Também estiveram presentes os vereadores da Frente Adeli Sell e Valter Nagelstein.

Fonte: Site da Prefeitura de Porto Alegre

#RamiroRosário #CâmaradeVereadores #Dmlu

0 visualização
Logo-Ramiro.png

© 2017

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo